24 de abr de 2017

Alunos do Ensino Fundamental realizam trabalho sobre a diversidade de etnias


O Brasil é um país com grande diversidade étnica, sua população é composta essencialmente por três principais grupos étnicos: o indígena, o branco e o negro. Os indígenas constituem a população nativa do país, os portugueses foram os povos colonizadores da nação e os negros africanos foram trazidos para o trabalho escravo.


Conscientes dessas informações, as professoras Daniela Feitosa e Pollyana Isabela realizaram um trabalho com alunos dos 2º anos "A, B e C" do Ensino Fundamental da Escola Dinâmica sobre as características do povo brasileiro. Através do mesmo, em seminário apresentado para turma, os alunos passaram para os outros colegas o que aprenderam por meio de pesquisas e estudos realizados em casa.


"O respeito à diversidade é uma forma de promover inclusão. De acordo com a Declaração Universal dos Direitos Humanos, não deve haver discriminação por raça, cor, gênero, idioma, nacionalidade, opinião ou outro motivo, tudo isso foi explicado a eles em sala de aula e os alunos também interagiram de acordo com sua pesquisa. Ficamos felizes por perceber que as crianças adquiriram mais compreensão e respeito sobre o tema", relata a professora Pollyana.
As educadoras afirmam que através dessa atividades alunos aprenderam que na sociedade do nosso país existe uma grande mistura de etnias, e que apesar de alguns conflitos isolados, convivem em harmonia, mas como cidadãos todos devem exercer e pregar sempre o respeito.

Confira mais imagens do trabalho:


Mais informações »

21 de abr de 2017

Saiba porque é comemorado o Dia de Tiradentes


No dia 21 de abril é feriado no Brasil porque se comemora o Dia de Tiradentes. A data remete ao dia da morte do mineiro Joaquim José da Silva Xavier, o que ocorreu em 21 de abril de 1792. Joaquim José foi um dos líderes da Inconfidência Mineira. Era conhecido pelo apelido “Tiradentes” e foi tido por muitos como um “herói nacional”.

Antes de 1822, o Brasil não era considerado um País independente. Era apenas um território que pertencia a Portugal. Sendo assim, tudo que era produzido pela colônia, como era chamado, tinha que ser enviado para lá. Os impostos pagos pela população do Brasil pelos produtos consumidos eram muito altos. Com isso, o povo vivia oprimido. Nesse contexto, nasceu Joaquim José da Silva Xavier, em São João Del Rei, em Minas Gerais, no ano de 1746.

Ele desempenhou várias funções como tropeiro, minerador, fez parte do regimento militar dos Dragões de Minas Gerais e até dentista, profissão esta que lhe rendeu o nome de Tiradentes.

Tiradentes não se conformava com a exploração vivida pelo Brasil. Ele queria que a nossa pátria fosse livre. Então, decidiu se unir a outras pessoas que tinham os mesmos objetivos, entre eles, advogados, poetas e padres, para tentar libertar o Brasil dessa situação. Devido a sua boa oratória e espírito de liderança, foi o escolhido para comandar o movimento conhecido como Inconfidência Mineira, ocorrido em 1789.

O objetivo era fazer, no chamado dia da “derrama” (em que eram cobrados da população os impostos atrasados), um protesto, alertando as pessoas sobre o plano de libertação e em seguida prendessem o governador Visconde de Barbacena. Mas o plano não deu certo. Tiradentes foi traído por um companheiro de luta: Joaquim Silvério. Joaquim devia 700 contos ao rei de Portugal e, para ter a dívida perdoada, entrou no grupo de Tiradentes, se informou do plano e denunciou ao próprio Visconde de Barbacena.

Trinta e quatro membros do movimento foram presos, acusados de traição à coroa portuguesa. Onze deles foram condenados à morte, mas todos tiveram as penas amenizadas, menos Tiradentes. Ele foi enforcado no dia 21 de abril de 1792, no Rio de Janeiro. Antes de morrer, Joaquim da Silva Xavier disse: "Jurei morrer pela independência do Brasil, cumpro a minha palavra! Tenho fé em Deus e peço a Ele que separe o Brasil de Portugal".


Com o tempo, sobretudo após a Independência, sua imagem passou a ser usada como símbolo de luta pela liberdade no Brasil, tanto na fase imperial quanto na fase republicana. O dia 21 de abril tornou-se feriado nacional em 9 de dezembro de 1965. Isso foi feito pelo presidente marechal Castelo Branco por meio da Lei N. 4.897. Tal lei também instituiu o título de “Patrono da Nação Brasileira” a Tiradentes.
Mais informações »

20 de abr de 2017

Comemoração do Dia do Índio movimenta Escola Dinâmica


O dia de quarta-feira (19) foi de intenso movimento na Escola Dinâmica, as professoras preparam muitas atividades para comemorar o Dia do Índio. As educadoras da Educação Infantil e do Ensino Fundamental deram um verdadeiro show de criatividade. A comemoração do Dia do Índio faz homenagem a uma ampla diversidade de povos que tiveram papel fundamental na formação cultural e étnica da população brasileira.





Com a cara e o corpo pintados, usando penas e espalhados pelo pátio da escola, as crianças formaram uma grande tribo de cores e muita alegria. Havia indiozinhos e de todos os tamanhos, brincando, correndo, pulando.








A figura do índio e sua representatividade na formação da sociedade brasileira deve ser trabalhada desde cedo nas escolas, a Educação tem papel fundamental na consolidação do respeito aos povos e aos costumes indígenas, tão esquecidos pela sociedade atual.

Através de comemorações e atividades como as que aconteceram nesta quarta-feira, a Escola Dinâmica mostra que vem exercendo com excelência a sua  missão de educar para a cidadania.

Confira as belíssimas imagens da comemoração ao Dia do Índio:






Mais informações »

19 de abr de 2017

No Dia do Índio, turma do Ensino Fundamental realiza exposição sobre a tribo Pankararu


Homenageando o Dia do Índio, as professoras Itacya Leal e Priscila Botêlho com o apoio dos alunos da turma do 3º ano 'A' do Ensino Fundamental da Escola Dinâmica, realizaram uma exposição sobre os índios da tribo Pankararu.




Os pankararus residem na Aldeia Brejo do Padres, localizada entre os municípios de Tacaratu e Petrolândia, às margens do Rio São Francisco, no sertão pernambucano. A tribo possui atualmente uma população estimada em quase 4 mil índios, ocupando uma área de mais de 8 mil hectares, de acordo com informações da Fundação Joaquim Nabuco.


Na exposição a professora utilizou fotos do fotógrafo Léo Lima, de Taquaritinga do Norte, que produziu uma série de imagens retratando a comunidade e os costumes mantidos pela tribo.

"Com essa atividade buscamos conscientizar os estudantes sobre a importância de nossas raízes, conhecendo costumes, rituais e tudo o que herdamos desses povos", explica a professora.

A exposição aconteceu durante essa quarta-feira (19), no pátio da escola, onde alunos, pais e professores puderam observar as imagens e conhecer um pouco da história dos povos indígenas e da tribo Pankararu.
Mais informações »

Dia do Índio; símbolos da Cultura Brasileira


A comemoração do dia do Índio foi criada em 1943 pelo presidente Getúlio Vargas, através do decreto lei número 5.540. Devemos lembrar que os índios já habitavam nosso país quando os portugueses aqui chegaram em 1500. Desde esta data, o que vimos foi o desrespeito e a diminuição das populações indígenas. Este processo ainda ocorre, pois com a mineração e a exploração dos recursos naturais, muitos povos indígenas estão perdendo suas terras. A população indígena desenvolveu uma rica cultura formada por diversos costumes, línguas e saberes que ainda se mostram vivos no interior da sociedade brasileira. Valorize o índio!
Mais informações »

Dia do Livro Infantil é comemorado com muitas atividades


Quem nunca ouvir falar da história do Sítio do Picapau Amarelo e seus personagens Pedrinho, Narizinho, Emília (a boneca de pano), Tia Nastácia, Tio Barnabé, Dona Benta, Visconde de Sabugosa, Rabicó (o porquinho), a Cuca, além dos personagens folclóricos como Saci Pererê, Minotauro e vários outros que apareciam conforme o enredo das histórias? Em 18 de abril comemora-se o dia do nascimento de Monteiro Lobato, um dos maiores escritores da literatura infanto-juvenil brasileira, motivo pelo qual a data tornou-se o Dia Nacional do Livro Infantil.








Na Escola Dinâmica a data foi comemorada com muitas atividades, as crianças mergulharam no universo dos livros com muita alegria. Os alunos de várias turmas da Educação Infantil e Ensino Fundamental I participaram de contação de histórias, produção de livros e diversas atividades e incentivo à leitura.




No turno da tarde, o pátio da escola transformou-se em um mundo mágico cheio de encanto. Com muita criatividade as professoras Rosiane Souza, Karina Rocha, Carla Albuquerque e Mariana Camila apresentaram várias historinhas infantis para as turmas do Maternal 'C' e 'D'.

Confira mais imagens:





Mais informações »

17 de abr de 2017

Professora realiza 'projeto de identidade' com alunos do Ensino Fundamental I


A construção da identidade se dá por meio das interações da criança com o seu meio social. A escola é um universo social diferente do da família, favorecendo novas interações, ampliando desta maneira seus conhecimentos a respeito de si e dos outros. Tendo conhecimento disso, a professora Meryane Amaral trabalhou recentemente em sala de aula um projeto de identidade com os alunos da turma do 2º ano 'D' do Ensino Fundamental da Escola Dinâmica.


A educadora trabalhou com as crianças um modelo de árvore genealógica desenhada em tamanho grande. Nas árvores foram coladas fotografias de membros da família, como por exemplo, papai; mamãe; vovó paterna; vovô paterno; vovó materna; vovô materno e etc.




O objetivo da atividade é possibilitar que os alunos adquiram um conhecimento de si mesmo, permitindo identificar a relação de parentesco em sua família, levando-os a descobrir que fazem parte de um conjunto de pessoas em casa, na escola e na comunidade. Com esta aula aluno também poderá aprender a compreender que há maneiras diferentes de se ter uma família.

Confira mais imagens da atividade:






Mais informações »
"O aprendizado é uma grande aventura!"
Designed By Morus Comunicação