23 de abr de 2016

Alunos da Escola Dinâmica visitam o Instituto Ricardo Brennand

Com objetivo de despertar nos alunos um pensamento crítico sobre a história e a arte, a Escola Dinâmica levou as turmas do 5º ano 'A' e 5º ano 'B' do Ensino Fundamental para uma aula passeio no Instituto Ricardo Brennand, em Recife.


O Instituto Ricardo Brennand foi inaugurado em 2002, na Várzea, Zona Oeste do Recife, idealizado pelo colecionador e empresário Ricardo Brennand, que instalou pinacoteca no local. Além dela, o complexo cultural abrange o Castelo São João, uma galeria, uma biblioteca, o Parque de Esculturas dos Jardins e a Capela Nossa Senhora das Graças, onde são realizados casamentos de famílias tradicionais da sociedade pernambucana. Mais de 2,2 milhões de visitantes já visitaram o espaço nos últimos 13 anos.


São quatro exposições permanentes no Instituto, além de mostras eventuais. Na biblioteca, são 60 mil títulos, entre partituras, documentos, dicos e mapas, além de folhetos do Brasil Holandês. Atualmente, está em cartaz a exposição Paisagens Brasileiras, com cerca de 200 obras de artistas como Debret, Castagneto e Calixto, com paisagens de capitais brasileiras do início do século 20.

"Ir ao museu não é simplesmente um ato ilustrativo do conteúdo dado em sala de aula. Museus são locais com grande potencial educativo, onde é possível ter contato com as obras, além de uma verdadeira noção do que é patrimônio histórico e cultural. É muito importante que as crianças aprendam isso nessa fase escolar, para que cresçam respeitando as manifestações artísticas e sua contribuição para o mundo", explica a professora Suzy Greick.

O Museu de Armas Castelo São João foi criado pelo colecionador pernambucano Ricardo Brennand, que há mais de cinqüenta anos vem adquirindo obras de arte das mais diferentes procedências e épocas, cobrindo um espaço de tempo entre os séculos XV e XXI, com peças provenientes da Europa, Ásia, América e África. Essas obras de arte estão reunidas em coleções de Pintura, brasileira e estrangeira, Armaria, Tapeçaria, Artes Decorativas, Escultura e Mobiliário.


"Ao ter contato com as obras, o aluno compreende os aspectos sociais e econômicos vigentes em épocas passadas, além de reconhecer a importância do contexto histórico para a formação de uma sociedade culturalmente diferenciada da que temos hoje", completou a professora Suzy.

Além da professora Suzy Greick, as professoras Pollyana Isabela e Géssika Maria, as Coordenadoras Pedagógicas, Egmar Santos e Zivocléia Leite e a secretária da escola, Kátia Alexandra, integraram a equipe que acompanhou os estudantes na visita.


Pelo segundo ano consecutivo, o Instituto Ricardo Brennand foi eleito o melhor museu da América Latina e o 19° melhor museu do mundo, pelo Traveler’s Choice Museums, do TripAdvisor, considerado o maior site de viagens do mundo.


Confira abaixo mais fotos da visita ao Instituto Ricardo Brennand:













Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O aprendizado é uma grande aventura!"
Designed By Morus Comunicação