14 de dez de 2016

Cantata Natalina da Escola Dinâmica destaca verdadeiro sentido do Natal

Na última terça-feira (13), quando as cortinas do Teatro Municipal de Santa Cruz do Capibaribe se abriram, todo o público presente foi envolvido com a magia da Cantata Natalina da Escola Dinâmica.


O gestor da instituição, Joselito Pedro, muito emocionado e expressando extrema gratidão pelas conquistas somadas ao longo do ano, realizou a abertura oficial ressaltando o quanto esse momento é esperado, pois representa uma oportunidade de, em família, agradecer a Deus por mais um ano de superações e alegrias. Ao finalizar suas palavras, o mesmo convidou a todos para rezar um Pai Nosso, que é considerada uma oração universal.


Prosseguindo a programação, foi à vez do professor de música da instituição, Marcio Telles, falar sobre a importância do projeto na formação cultural dos alunos, possibilitando que o verdadeiro sentido do Natal seja evidenciado de forma brilhante. O educador externou agradecimentos à coordenação pedagógica e aos colaboradores da Escola Dinâmica pelo apoio dedicado na organização do evento, e em seguida, convidou ao palco o Coral formado por alunos da escola, vozes que durante todo o evento deram um brilho especial à festa.


A seguir, dando início as apresentações, a aluna Ana Lúcia subiu ao palco cantando a música “Força estranha”. A meiguice e o talento da pequenina chamaram a atenção do público.


Abrilhantando ainda mais o momento, alguns professores, interpretando personagens descritos na música, foram surgindo aos poucos, dando um verdadeiro show de desenvoltura e expressão. Mas o momento ápice da apresentação aconteceu durante o refrão da canção, quando toda a equipe Dinâmica surgiu em meio à plateia cantando os versos consagrados pelo rei Roberto Carlos: 

“... Por isso uma força me leva a cantar

Por isso essa força estranha
Por isso é que eu canto, não posso parar
Por isso essa voz tamanha...”
Dando continuidade ao espetáculo, todos foram convidados a viajar até Belém, pois lá teria início a viagem, ou melhor, a história da luz do mundo; o Deus menino. Para embalar o “trajeto”, o Coral apresentou mais um número anunciando o nascimento do Salvador.








Em seguida, os alunos do Jardim I e II B realizaram sua participação com muita ternura e encanto, representando as estrelas que sinalizam a morada onde o Deus Menino acabara de nascer.


Colocando em cena a beleza de cada espécie de animais que Noé colocou na arca, os alunos do Jardim I e II C, realizaram sua participação através da música ‘Arca de Noé’. Enquanto com muita pureza e alegria as turmas do Jardim I e II da Manhã, retrataram o colorido mágico do arco-íris que o Criador nos presenteou. Naquele instante, o brilho das estrelas, a delicadeza dos animais, a simplicidade do canto das vozes infantis e a emoção natalina havia contagiado todos os corações.


Mas muito ainda havia sido preparado para essa noite especial. O balé formado por alunos da escola registrou de maneira brilhante sua participação. Através da linguagem da dança, as bailarinas anunciaram a alegria do amor e a emoção da chegada do presente maior, o Menino Jesus. E aos poucos foram surgindo os anjos do Maternal A e B, que harmoniosamente ficaram adorando o Menino Jesus. Depois, surgiram também os pastores, interpretados por alunos das turmas dos 2º anos dos turnos manhã e tarde, que alegremente vieram adorar o Salvador.





E não só os anjos e os pastores se fizeram presente, Reis vindos de todos os lugares também vieram externar seu amor e gratidão ao Rei dos Reis, e nesse clima de adoração todos cantaram a música “Força e Vitória”, proclamando que só o Senhor é digno de todo louvor.




Encerrando esse célebre momento, todos subiram ao palco novamente, cantando: “...Boa noite senhores e senhoras também / Sejam todos bem-vindos ao nascimento do Menino Deus / Foi, foi no sexto mês um anjo apareceu...”. Foi nesse momento que surgiu o anjo Gabriel, desejando que o Senhor Jesus preencha todos os corações com discernimento e sabedoria.





Para finalizar, em um clima de confraternização, todos entoaram com alegria a canção “Bate o sino”, o público cantou junto, formando um grande coral de vozes. A emoção foi protagonista no encerramento do evento que a cada ano supera todas as expectativas, comprovando a riqueza e o compromisso da Escola Dinâmica, instituição que sempre vem crescendo e se destacando no cenário educacional de Santa Cruz do Capibaribe e região.

Confira mais algumas imagens do evento:



































Nenhum comentário:

Postar um comentário

"O aprendizado é uma grande aventura!"
Designed By Morus Comunicação